QUEM SOU?

Minha foto
Goiania, Brazil
Um homem simplesmente aí, jogado no rio do devir a procura de si mesmo. Um campo de batalha... uma corda sobre o abismo, um ser no mundo corroido pela angustia da certerza da própria morte, mas que faz dessa consciencia da finitude um motivo para se responsabilizar mais por cada uma de suas escolhas.http://lattes.cnpq.br/9298867655795257

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Basta de cinismo...

O PSDB cinicamente tenta confundir dois processos, o mensalão no STF e a CPMI no Congresso Nacional. Tenta defender o indefensável, distorcendo fatos ou jogando no campo das especulações as evidências de crimes cometidos pelo governador tucano Marconi Perillo. O PSDB quase “EXIGE” que o julgamento do mensalão cause "efeitos danosos para as candidaturas" do PT. De forma grotesca o PSDB denuncia o uso político da CPMI quando esta expõe fatos e conversas que comprometem seu governador de Goiás, e faz descaradamente um uso político do julgamento do mensalão pelo STF. Desmerecer todo trabalho da PF e negar a evidência dos fatos, é uma atitude que ofende a inteligência de todos nós. Logicamente a mídia demotucana, Folha e Estadão, já anunciou que fará uma cobertura especial sobre "o julgamento do maior escândalo de corrupção da história do país". Os "calunistas" porta-vozes da direita ressentida, abutres que se divertem em denegrir a honra alheia, já se preparam para carnificina. Infeliz uma nação em que os principais formadores de opinião são jornalistas. Enquanto isso os tucanos escondem seu maior temor – a queda de Marconi Perillo torna José Serra vulnerável. Não esqueçamos que Serra no governo de São Paulo fechou contratos bilionários com a Delta. Realmente o crime, a falta de competência e probidade de nossos autoridades não é privilégio de Goiás, mas isso não pode justificar nossa pasmaceira diante dos fatos que nos são revelados.