QUEM SOU?

Minha foto
Goiania, Brazil
Um homem simplesmente aí, jogado no rio do devir a procura de si mesmo. Um campo de batalha... uma corda sobre o abismo, um ser no mundo corroido pela angustia da certerza da própria morte, mas que faz dessa consciencia da finitude um motivo para se responsabilizar mais por cada uma de suas escolhas.http://lattes.cnpq.br/9298867655795257

domingo, 20 de setembro de 2009

Devaneios noturnos1

Gosto do confronto, do debate, mas nao admito ressentimentos ou o uso de belas palavras para persuadir. No ofício do pensar e na tarefa de desconstruir os discursos que legitimam os falsos consensos cristalizados em verdades não há lugar para complacências, mas apenas para o diálogo entre aqueles que são amigos e iguais num caminho, onde a busca do caminho é o próprio caminho..