QUEM SOU?

Minha foto
Goiania, Brazil
Um homem simplesmente aí, jogado no rio do devir a procura de si mesmo. Um campo de batalha... uma corda sobre o abismo, um ser no mundo corroido pela angustia da certerza da própria morte, mas que faz dessa consciencia da finitude um motivo para se responsabilizar mais por cada uma de suas escolhas.http://lattes.cnpq.br/9298867655795257

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

CARTA MANIFESTO – AOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA

Wanderley J. Ferreira Jr.


 

"As classes dominantes demonstraram que sua maior arma política é a dominação empresarial dos meios de comunicação de massa. Uma democracia autêntica só pode existir quando as diferentes camadas do povo têm liberdade de se comunicar entre si. Entre nós, porém, os canais públicos de comunicação foram apropriados pela classe empresarial, em seu próprio benefício, deixando o povo completamente à margem." Fábio Konder Comparato.

A citação acima é uma passagem de uma crítica que Fábio K. Comparato faz ao estardalhaço criado pela mídia e pela classe dominante acerca do III Planto Nacional dos Direitos Humanos proposto pelo governo Lula...Infelizmente o Presidente resolveu negociar com os ratos que infestam os poderes constituídos dessa republiqueta. O fato é que a indignação da mídia, do agronegócio[que explora trabalho escravo e destrói a natureza com seus desertos verdes] e dos torturadores impunes dessa nação só reforça a tese daqueles que, como eu, negam e abominam essa pseudo-democracia representativa, na qual um povo alienado e subnutrido de corpo e alma legitima no poder um bando de ratazanas, que cinicamente assalta os cofres públicos. E Goiás não deixa de ser um exemplo de Estado onde impera uma mídia venal que falseia e distorce os fatos conforme os interesses dos caciques locais. Enquanto isso, o povo anda amontoado como gado em ônibus super lotados. Se protestar, apanha, a ordem pública tem que ser mantida. Ate quando senhores formadores de opinião irão compactuar com isso? Ajudem a nós, professores, a tirar o povo das trevas da ignorância e do fanatismo religioso... Vamos construir um novo país, um novo Estado, uma nova cidade.

`Wanderley J. Ferreira Jr.

Professor de Filosofia - UFG