QUEM SOU?

Minha foto
Goiania, Brazil
Um homem simplesmente aí, jogado no rio do devir a procura de si mesmo. Um campo de batalha... uma corda sobre o abismo, um ser no mundo corroido pela angustia da certerza da própria morte, mas que faz dessa consciencia da finitude um motivo para se responsabilizar mais por cada uma de suas escolhas.http://lattes.cnpq.br/9298867655795257

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Alerta geral e nota de repúdio.


 

Prezado(a) Senhor(a)

Encaminhamos NOTA DE REPÚDIO aprovada no Seminário: A Rede de Prevenção e Cuidados aos Usuários de Álcool e Outras Drogas, realizado nos dias 01 e 02 de Dezembro de 2010, no Auditório Jaime Câmara da Câmara de Vereadores de Goiânia. O evento debateu o tema de forma ampla e democrática, reafirmando o atendimento aos usuários de álcool e outras drogas em liberdade por meio dos Centros de Atenção Psicossocial, Casas de Apoio Transitório, Consultório de Rua, Internação em Hospital Geral, quando necessária, ações intersetoriais (cultura, educação, assistência social, esporte, saúde e outros). E repudiou a criação do CREDEQ, exigindo investimentos de acordo com a política nacional de saúde mental.

Atenciosamente,

Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental do Estado de Goiás

Cineclube Antonio das Mortes

Fórum dos trabalhadores de saúde Mental de Goiânia

Fórum Goiano de Saúde Mental – e-mail: contato.fgsm@gmail.com

NOTA DE REPÚDIO

Os participantes do Seminário "A Rede de Prevenção e Atenção aos Usuários de Alcool e Outras Drogas", realizado nos dias 01 e 02 de Dezembro de 2010, no Auditório Jaime Câmara da Câmara de Vereadores de Goiânia, promovido pela Prefeitura de Goiânia por meio da Secretaria Municipal de Saúde representada pelos CAPSad Girassol e CASA, reafirmam os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde, da Política Nacional de Saúde Mental - Lei 10216/2001 – e do Plano Nacional de Direitos Humanos e repudiam veementemente a criação do CREDEQ (Centro de Recuperação do Dependente Químico). Dentro de uma visão reducionista e autoritária, vem sendo apresentada ao Estado de Goiás, proposta de criação de um "Centro de Referência Especializado em Dependência Química - CREDEQ" para internação de usuários de álcool e outras drogas. Estes "hospitais especializados" apresentam características de aprisionamento, criminalização, cerceamento à liberdade e aos direitos civis, excluindo as pessoas do convívio familiar e comunitário. Mais de 450 pessoas, usuários do SUS, defensores dos direitos humanos e trabalhadores da saúde, educação, cultura, justiça, assistência social, entre outros, vindos de Goiânia, Trindade, Aparecida de Goiânia, Silvânia, Caldas Novas, Anápolis e Brasília participam da manifestação por entenderem que os documentos citados expressam a materialidade de uma luta histórica da sociedade no sentido de garantir à pessoa com transtorno mental e usuários de álcool e outras drogas o exercício de sua cidadania e o direito de ser tratada com humanidade e respeito, ser protegida contra qualquer forma de abuso e exploração, receber cuidados em ambiente terapêutico pelos meios menos invasivos possíveis e em liberdade. Em suma, o CREDEQ representa um retrocesso e retomada do modelo manicomial em Goiás. Assim, exigimos que o Estado faça investimentos orientados pelos princípios do modelo psicossocial conforme diretrizes do Ministério da Saúde.

Goiânia, 02 de Dezembro de 2010